Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Ladário e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Ladário
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social ladarioprefeituramunicipal
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
18
18 MAI 2017
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E IMPRENSA
Senador vem a Ladário e vai discutir verba para projeto da Orla Portuária
enviar para um amigo
receba notícias

 



-

 

 

O senador Pedro Chaves está sendo aguardando nesta sexta feira em Ladário, onde deve realizar visitas e reuniões e discutir projetos importantes para o município, como a Orla Portuária da cidade e a reestruturação do porto de cargas da Administração da Hidrovia Paraguai Paraná (Ahipar).

A agenda de chaves está sendo organizada em conjunto por sua assessoria e a assessoria da Prefeitura Municipal de Ladário. O prefeito Carlos Ruso receberá o senador no Aeroporto Internacional de Corumbá, às sete e meia da manhã. A primeira agenda é no gabinete de Ruso, onde o prefeito apresentará oficialmente o projeto do Porto Histórico, feito pela empresa Vale.

"A urbanização do porto vem de encontro ao nosso anseio de fomentar o turismo na região. Ladário está dentro do Pantanal, à margem direita do rio Paraguai e é uma cidade histórica e turística", afirmou o prefeito. Ele pretende desenvolver o plano turístico do município pelo qual passam a reforma completa do porto e o fomento à atividade.

Chaves vai ainda ao 6º Distrito Naval onde deve fazer um sobrevoo de helicóptero à Pérola do Pantanal, e ao Porto Geral de Ladário. O senador vai se reunir, na Câmara, com os vereadores e ouvir deles as principais reivindicações para o município.

O projeto da Orla Portuária está orçado em R$ 13 milhões, dinheiro que precisará ser, em sua maior parte, direcionado pela União para a realização da obra. Para conseguir essa verba, o município vai precisar que os parlamentares da bancada de Mato Grosso do Sul, direcionem verbas de suas rubricas, e deverá entrar com uma contrapartida de 10%.  

 

 

Fonte:

 

Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia