Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Ladário e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Ladário
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social ladarioprefeituramunicipal
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
29
29 MAI 2017
NCZ vacina cães e gatos no Nova Aliança - casos de raiva na região preocupam
enviar para um amigo
receba notícias

 



-

 

 

Equipes do Núcleo de Controle de Zoonoses começaram a semana vacinando cães e gatos contra a raiva animal, no bairro Nova Aliança, região sul de Ladário. O trabalho é feito de casa em casa, mas os agentes ainda enfrentam a resistência de alguns moradores e encontram muitas casas vazias, além de um grande número de cães que ficam perambulando pelas ruas.

A campanha começou na semana passada e deve durar cerca de 40 dias. Todos os bairros e o centro da cidade serão visitados por 14 agentes divididos em equipes de dois vacinadores cada uma. Desta forma, a intenção é bater na porta de cada um dos imóveis de Ladário e encontrar apoio dos moradores.

Na casa da dona Rosário Cabrera foi assim. Ela tem quatro cachorros e vacinou dois. "Eu gosto dos bichinhos e tenho todo cuidado com eles", disse ela. Os outros dois cães de dona Rosário não foram vacinados porque ainda não completaram três meses, idade mínima para imunização.

Já na casa de dona Rosemari Cáfaro, onde tem 14 cães, o trabalho não pôde ser feito. "Eu fiz uma cirurgia e não posso segurá-los. Tem que ser quando o meu marido estiver em casa", explicou ela. Os técnicos do NCZ vão ligar e agendar um horário em que o marido de dona Rosemari estiver em casa para fazer a vacinação.

Assim como nesse caso, os moradores que não estiverem em casa quando as equipes passarem, podem ligar no núcleo, no número 3226-1312 e solicitar o retorno deles com horário marcado. O agendamento é para facilitar a vida de quem trabalha ou estuda e consolidar a campanha, que tem como objetivo uma cobertura vacinal de 100%.

Um grande problema é quando o morador não deixa vacinar o animal. Dona Sandra Santos, tem dois cachorros, mas nenhum deles foi imunizado. "Essa vacina pode matar meus cachorros, eu já tive problema com isso", disse ela, para justificar a proibição.

"A vacina não tem dado nenhuma reação, é uma vacina altamente eficiente, do Ministério da Saúde, e não tem nenhuma reação", afirmou o veterinário do NCZ, Paulo Henrique Chaves. Segundo ele, é um risco deixar de vacinar, já que a região tem tido sérios problemas com a raiva animal.

"A pessoa que não vacina corre grande risco. Em Ladário, este ano, não tem nenhum caso confirmado, mas teve aqui no município vizinho", disse ele. Em Corumbá até uma morte de humano foi registrada no ano de 2015 por causa da raiva. As cidades bolivianas de fronteira também têm sérios problemas com casos de raiva em cães.

 

 

Fonte:

 

Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia