Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Ladário e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Ladário
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social ladarioprefeituramunicipal
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
19
19 ABR 2022
Ladário recebe visita técnica de gestores da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). 
enviar para um amigo
receba notícias
A Fundação Municipal de Cultura (FMC), recebeu na última quarta-feira (06) a visita técnica de gestores da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). 
“Como parte da organização do Festival América do Sul Pantanal (FASP), o nosso município está recebendo estas visitas técnicas afins de organizar um calendário de eventos que dê o máximo de valor aos artistas e núcleos culturais de nosso município. O nosso objetivo sempre será destacar a importância de Ladário e sua influência na formação da identidade cultural de nosso estado. Hoje unimos esforços à FCMS, para dar esta maior visibilidade não só ao nosso passado cultural como também elaborar estratégias que perpetuem o tradicionalismo de nossa cultura e traga novas possibilidades de expressão. ” Destacou Cleber de Miranda, Diretor-Presidente da Fundação Municipal de Cultura.
A visita ocorreu durante todo dia (06) e foi feita em duas partes. Pela manhã as técnicas e gestoras da FCMS estiveram reunidas na sede da Fundação Municipal de Cultura, onde foram discutidas as propostas trazidas e colocado em pauta as reivindicações da comunidade artística ladarense. Já no período da tarde, foi feita uma visita técnica na sede da Associação da Mulheres da APA Baia Negra, onde foram ouvidas as reivindicações e sugeridas propostas de oficinas de qualificação para o núcleo. 
No final do dia, já de volta a sede da FMC ficaram confirmadas duas oficinas para o período que antecede o festival e que atenderá os artesões e aqueles que também desejam ter no artesanato uma fonte de renda, e uma outra oficina voltada a utilização de matéria prima de nossa região na confecção de peças artesanais e de moda. Além destas oficinas, foi acertado também que uma equipe da FCMS estará presente na sede da FMC durante o FASP para credenciar os artesões do município que ainda não possuem a carteira nacional de artesões. Ainda para o período do festival, foi solicitado pela FMC, espaços nos Standes que promovem a divulgação e comercialização de produtos artesanais para artesões ladarenses. 
“A produção artesanal de uma localidade é de suma importância para um contexto global na formação da identidade local. Mas para quem produz esta forma de arte também é importante a visibilidade e comercialização de seus produtos. Nosso objetivo não somente fomentar a produção, é também dar meios que esta produção se escoe”. Afirmou Katienka klain, Gerente de Artesanato da FCMS.
“ Estamos trazendo propostas solidas que fomentam a longo prazo a produção artística no município, e tudo isto é um processo longo e que começa com oficinas que ensinam a técnica, passa pela fase de especialização e culmina justamente na forma de distribuição, comercialização e divulgação dos produtos gerados pelos artesões. Iremos em busca deste espaço dentro do festival para também atender ao público ladarense”. Completou Josiane Gaboardi, Gestora de Artesanato da FCMS.
“ Estamos acompanhando de perto, ouvindo e dando nossas sugestões quanto conselho. Com tudo o que aconteceu durante os últimos anos devido a pandemia, já está na hora de restabelecer o fomento e a produção cultural no município, e o FASP vem em um momento muito especial para todos, quando a economia nacional está fragilizada e muitos artistas passam por situações difíceis. O aporte feito pelo governo federal com a Lei Aldir Blanc foi importante mais pontual, temos que pensar no agora e no futuro dos artistas que vivem e produzem a arte em todos os níveis, são eles que mantem e perpetuam a nossa identidade. ” Agradeceu a todos, Ubiratan Correia Pinto, Presidente do Conselho de Cultura de Ladário, que também esteve presente nas reuniões.
Autor: REPRODUÇÃO FMC
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia