Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Ladário e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Ladário
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social ladarioprefeituramunicipal
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
05
05 JUN 2015
Saúde confirma mais um caso de raiva animal em Ladário
enviar para um amigo
receba notícias

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou nesta sexta-feira, 05 de junho, mais um caso de raiva animal em Ladário, no bairro Alta Floresta I. Ao todo, o número de casos chega a 12 no município pantaneiro. A doença foi detectada laboratorialmente em cães considerados semi domiciliados e não domiciliados.

Conforme o secretário da pasta Cleber Colleone, medidas já foram tomadas para combater a doença no município, como a vacinação dos animais que foi feita por meio dos Agentes de Endemias e veterinários do Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), onde eles percorreram as residências de todos os bairros de Ladário, totalizando até o momento mais de 4,5 mil animais imunizados contra a doença.

Porém o que mais chama a atenção são os animais soltos nas ruas, considerados principais alvos da raiva, doença séria e que se transmitida ao ser humano, pode ser irreversível. “O município vem fazendo a sua parte, e mais uma vez, é importante que para nos ajudar na campanha, os proprietários de cães e gatos os mantenham em suas residências. Proteger seu animal de estimação é uma das melhores prevenções”, disse o secretário.

O município já está o recolhendo os animais, cães e gatos, que estiverem em vias e logradouros públicos, o que é respaldada diante da Lei Complementar do Município 029/ 2007 e a norma técnica do Ministério da Saúde, bem como também nos Códigos Sanitário e Tributário Municipal que são as Leis 0753/2003 e 078/2014.

“O vírus da raiva está circulando em nosso município e nesse momento de risco para a nossa população é necessário algumas medidas preventivas evitando que o vírus venha se espalhar ainda mais entre a nossa população. com o número de casos, a nossa ação preventiva agora é o recolhimento desses animais que estiverem na rua”, explicou Colleone.

A multa para animais de pequeno porte, como cães e gatos é de R$100, sendo a reincidência no valor de R$ 200,00, ou seja, caso o animal seja entregue e devolvido ao responsável pela segunda vez. Já no caso dos animais de grande porte, como equinos, bovinos e bubalinos, a multa é de R$ 300,00, sendo no caso de reincidência R$ 600,00.

Animais como ovinos, a multa chega à R$ 50,00 e suínos R$ 20,00. “Em época da doença detectada, os animais levados até o Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), não podem ser devolvidos. Além disso, animal solto na rua pode ser caracterizado como crime ambiental e o dono pode ser responsabilizado pelos danos causados, como algum acidente ou até mesmo ataque dos mesmos”, informou o secretário da pasta.

Abandono do tratamento

Outra medida que preocupa, conforme Cleber Colleone, é o abandono do tratamento que deve ser seguido à risca por aquelas pessoas vítimas de ataques de animais, principalmente entre cães e gatos, o que é comum na região. Só em Ladário, 30 munícipes abandonaram o Esquema Vacinal antirrábica. “Para resolver esta situação, uma equipe volante foi destacada para regularizar a busca ativa destes pacientes e assim, diminuir o risco de vida que estas pessoas estão correndo”, alertou.

“As pessoas mordidas devem seguir o tratamento à risca, pois não adianta se proteger apenas um ou dois dias e não prosseguir com o esquema vacinal. Isso pode acarretar perigo, já que para estar livre do vírus é obrigatório cumprir o tratamento. Caso ao contrário, a doença pode retornar deixando o quadro clinico irreversível, levando o paciente a óbito”, finalizou Cleber.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia