Notícias

Assistentes Sociais de Ladário participam de roda de conversa sobre benefícios do INSS




 

 

Na tarde dessa terça-feira (25), assistentes sociais da Secretaria Municipal de Assistência Social de Ladário participaram de uma roda de conversa com representantes da Gerência Executiva do INSS de Campo Grande, onde puderam trocar informações, apresentar as dificuldades do cenário local e alinhar as demandas do requerimento do Benefício de Prestação Continuada (BPC). O encontro aconteceu no CRAS I, em Corumbá, conjuntamente com assistentes sociais da cidade vizinha.

 

Devido à pandemia, o INSS foi fechado para atendimento presencial, as análises dos requerimentos acabaram acumulando e, desde o início do ano, pessoas aguardam o resultado das avaliações sociais. A responsável técnica do Serviço Social da Gerência Executiva do INSS da capital, Suellen Ruiz Antunes explicou que as avaliações estão sendo retomadas para quem já fez o requerimento do benefício social e que, por isso, precisa do reforço da rede para “desafogar” o processo.

 

“Viemos desenvolver uma força-tarefa de duas semanas, para somar com os profissionais que estão fazendo as avaliações sociais para quem já fez o requerimento do benefício social. Acionamos a rede para nos ajudar a convocar mais pessoas. E aí aproveitamos esse momento para trazer qual é o cenário e explicar o que está acontecendo e como a gente pode trabalhar mais proximamente no ano de 2021 com a rede aqui de Corumbá e Ladário”.

 

Bem como pontua a Assistente Social Stephanie Lontra, a roda de conversa foi de suma importância para o esclarecimento de algumas dúvidas pertinentes ao atendimento aos usuários que realizam os requerimentos dos Benefícios Assistenciais. “O grande questionamento nessa reunião foram as demoras nos resultados das solicitações requeridas e se tem alguma previsão de retorno dessa força-tarefa, até porque, grande parte de nossos usuários necessitam desse benefício, por se encontrarem em vulnerabilidade social”.

 

De acordo com a representante técnica da Gerência, há um conjunto de fatores que ocasionaram esse atraso, mas o objetivo é que, com esta ação em conjunto, haja andamento no processo e liberação de novos benefícios. A previsão de volta da equipe é para março do ano que vem, no entanto, Suellen Antunes abriu a possibilidade de realizarem um encontro online todos os meses.

 

“A gente precisa contar com os profissionais que atuam diretamente com a população. São esses os profissionais importantes para o nosso serviço, para levar informação, para esclarecer as dúvidas da população e nos dar um cenário do que é a realidade naquele local”.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação PML