Notícias

Instituições parceiras garantem segurança para o carnaval ladarense




 


-

 

Em reunião realizada esta manhã, coordenada pela Fundação Municipal de Cultura, as instituições de segurança garantiram parceria no carnaval de Ladário e devem reforçar os efetivos para que a festa transcorra sem problemas. Polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar, além da Agemtrat, firmaram compromisso de preparar uma estrutura segura e manter a tranquilidade do folião que brincar o carnaval em Ladário.

“Nós também já estivemos pessoalmente no gabinete do secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, José Carlos Barbosa, onde protocolamos um pedido de reforço do efetivo das polícias estaduais para Ladário”, disse o prefeito Carlos Ruso que acompanhou a reunião. Ele também disse que já se reuniu com o Serviço de Inteligência da Marinha e solicitou apoio da instituição para o carnaval, “isso para que possamos fazer uma festa bem tranquila, sem problemas, sem confusões e que realmente prevaleça o espírito carnavalesco”, afirmou.

Para conseguir o alvará para a realização do evento, a Prefeitura depende do Corpo de Bombeiros. “Vamos fazer a fiscalização de toda a estrutura para a liberação do alvará. Isso é importante porque, dessa forma, quem for participar do evento terá a certeza de que a estrutura é segura”, disse o Sub Tenente Bombeiro Santos Silva, ao garantir que durante todo o carnaval uma viatura do 3º GB ficará de prontidão em Ladário.

A Polícia Militar vai trabalhar junto com a Guarda Municipal e com a Segurança Privada. “Nós vamos percorrer todo o perímetro do evento e vamos utilizar a Escola Municipal 17 de Março como centro de triagem”, explicou o comandante da Guarda, Ronilson Galharte.

“Nós vamos cobrir o perímetro do carnaval e teremos apoio externo. Teremos uma viatura dentro da área de realização dos desfiles e bailes e outra nos arredores, além do reforço de Campo Grande”, disse o tenente Araújo, responsável pela operação da PM que vai trabalhar no carnaval de Ladário.

A Polícia Civil também garantiu que fará esforço concentrado para atuar na Festa de Momo. “Nós vamos estar na delegacia e agilizar ao máximo os atendimentos para liberar a Polícia Militar, para eles ficarem livres para voltar para o evento e atender novamente a população”, explicou o investigador Júlio César de Souza.

O que todos estão esperando, indistintamente, é a portaria do Juizado da Infância e da Adolescência. É ela que normatiza a presença de menores de idade no carnaval, tanto para desfilar nos blocos, quanto para participar dos bailes. O Conselho Tutelar está preparado para atuar de acordo com a lei, e orienta os pais para que fiquem atentos a essas normas.

“Os pais que perderem os filhos durante a festa serão advertidos e podem até ser chamados na Promotoria”, disse o conselheiro tutelar Renan Pereira do Nascimento. “Quando um fato como esse acontece a gente encaminha, junto com os documentos e os pais ou responsáveis podem ser representados”,  explicou.

“Os parceiros estão todos juntos para que possamos fazer um grande carnaval, e ainda mais que este ano o nosso tema é a ecologia”, disse a presidente da Fundação de Cultura, Antoninha Guimarães, responsável pela organização da festa. “Vamos ter desfile de blocos, concurso de fantasias recicláveis, memorial com exposição de fotos, e muita segurança. Vai ser realmente um grande carnaval”, concluiu.

 

 

 

 

Fonte: